terça-feira, 16 de julho de 2019


A gigante chinesa Huawei quer liderar o desenvolvimento da 5G no Brasil, mas vê desafios para o país alcançar o mesmo nível de outros mercados da América Latina na implantação do serviço ultrarrápido.

Nicolas Driesen, diretor de tecnologia da Huawei, afirmou que a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo testou com sucesso o 5G com as quatro principais operadoras do Brasil e está ajudando a modernizar sua infraestrutura antes de um aguardado leilão de espectro.

Em uma entrevista no final da semana, segundo a agência Reuters, Driesen declarou:

“Trabalhamos na 5G desde 2009 e nossa tecnologia de ponta a ponta é competitiva porque permite a reutilização de alguns equipamentos de gerações anteriores.”


A Ericsson e a Nokia também estão dispostas a implantar o 5G, mas os relacionamentos de baixo custo e de longa data da Huawei oferecem uma grande vantagem na América Latina.

O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu aos governos do mundo que evitem a Huawei por causa de temores de espionagem, mas poucos atenderam a esses alertas.



CÂNCER E VIGILÂNCIA: CHINESA HUAWEI QUER LIDERAR TESTES COM 5G NO BRASIL

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Resultado de imagem para AMAZON

Cedendo a pressões da militância LGBT, a gigante multinacional Amazon decidiu banir os livros do escritor Joseph Nicolosi, que aborda temas relacionados ao abandono da homossexualidade.

Apelidado pejorativamente de “pai da terapia de conversão” – uma versão norte-americana do igualmente famigerado apelido “cura gay” – Nicolosi está no centro do que vem sendo visto como um movimento de censura ao pensamento cristão sobre homossexualidade.

Uma campanha intensa que durou meses foi feita por militantes LGBT pedindo que a empresa parasse de vender livros de Nicolosi, um psicólogo clínico e autor católico que morreu em 2017.

De acordo com informações do portal The Christian Post, Nicolosi escreveu vários trabalhos sobre a homossexualidade masculina e abordagens terapêuticas para pessoas com atração pelo mesmo sexo.

Através de uma petição da plataforma Change.org, com mais de 80 mil assinaturas, os ativistas atraíram atenção da Amazon com seu pedido, alegando que o autor pretendia “curar” homossexuais.

No entanto, há quem considere a decisão da Amazon hipócrita, já que há outros materiais polêmicos com os quais eles continuam a lucrar. Daren Mehl, presidente da Voice of the Voiceless afirma que o termo “terapia de conversão” é “manipulador” e foi inventado por grupos de lobby LGBT como um “espantalho”, já que não se faz uso de métodos abusivos na psicologia.

“A verdade é que a orientação sexual é fluida, e pode-se experimentar uma mudança nos desejos de atração sexual da atração pelo mesmo sexo à atração pelo sexo oposto. Enquanto o lobby LGBT tem milhões de dólares à sua disposição para ofuscar a verdade e influenciar a cultura, nenhuma quantia de dinheiro pode mudar a verdade “, salientou Daren Mehl.
A censura

O caso de Nicolosi não é o único. A empresa também negou ao escritor David A. Robinson a oportunidade de vender seu livro na plataforma em que ele compartilha sua história pessoal de deixar a homossexualidade. O livro curto de Robinson, Orientação e Escolha: A Viagem Sexual de Um Homem, foi vendido na Amazon por quase um ano antes de ser removido na semana passada.

Um caso parecido já ocorreu no Brasil: a Avon baniu os livros do pastor Silas Malafaia de seu catálogo de variedades após uma intensa pressão da militância LGBT.

Quando Robinson, que é um advogado e católico, questionou os motivos do banimento, um representante da Amazon informou-o por e-mail que durante uma revisão eles acharam que seu trabalho estava “violando nossas diretrizes de conteúdo”, mas não explicavam por que seria censurável.

“Seu desejo de remover livros de psicólogos não mudará a verdade. Banir livros de nossas histórias de vida é em vão, nós ainda existimos, e ainda falaremos das boas obras de Jesus”, disse Daren.

O presidente da Voice of the Voiceless acrescentou que, embora nunca tenha passado por nenhum dos modelos específicos de aconselhamento de Nicolosi, leu alguns de seus livros, alguns dos quais articularam notáveis paralelos com sua própria jornada e explicaram algumas de suas experiências de vida.

Rod Dreher, um autor cristão, classificou a postura da Amazon como uma prévia do que vem pela frente: “É apenas uma questão de tempo para que os ativistas LGBT comecem a atacar qualquer livro que contradiga sua ideologia – porque agora a Amazon mostrou que vai sofrer. Você não precisa concordar com as teorias de Nicolosi para ficar alarmado com o que a Amazon fez aqui”, escreveu ele no blog no The American Conservative.

Dreher observou que a Amazon ainda vende livros como Mein Kampft, de Adolf Hitler, o livro do supremacista branco David Duke sobre o comunismo, assim como a obra de Grover Furr, um apologista de Joseph Stalin. Para quem afirma que o trabalho de Nicolosi não é científico e, portanto, não deveria ser vendido, essa não é uma desculpa válida, opinou Dreher, já que a plataforma também vende livros sobre cura de doenças pela terapia com cristais.

“O que será necessário para despertar as pessoas para o poder que esses fanáticos ativistas LGBT afirmam sobre a liberdade de expressão e questionamento? Onde isso impede sua censura?”, ele perguntou.

O teólogo Denny Burk, professor do Boyce College, em Kentucky (EUA), enfatizou que, embora não seja admirador do trabalho de Nicolosi, a ação da Amazon foi “arrepiante” porque, ao fazê-lo, “estabeleceram o precedente para proibir cristãos ensinando sobre sexualidade a partir dos livros que eles vendem em sua plataforma”.

“O cristianismo sempre ensinou que Jesus salva e santifica os pecadores – o que significa que o Evangelho nos ajuda a mudar, mesmo em nossos desejos sexuais desorientados”, disse Burk.

“Os revolucionários sexuais costumavam nos perguntar: ‘Como o meu casamento gay faz mal a você?’ Bem, é assim: eles passaram de ‘viva e deixe viver’ para ‘aceitem nossa imoralidade sexual ou vamos atormentar você acusando-os como causa da morte de pessoas gays’. É uma calúnia e uma mentira, mas é aí que estamos”.

No entanto, além do movimento da Amazon para apaziguar a militância LGBT, Daren Mehl expressou desapontamento por também ter observado que alguns cristãos professos rejeitam a terapia da fala por atrativos sexuais indesejados, como se fossem heresia, já que tal aconselhamento não é suficientemente “bíblico” como eles o veem.

“Esses mesmos crentes não perseguem os oncologistas com o mesmo zelo que fazem com os psicólogos. Um lida com a cura do corpo, o outro com a cura da mente. Há uma infinidade de escrituras que falam para renovar nossas mentes e tomar cada pensamento cativo e submetendo-o a Cristo”, concluiu.





AMAZON CEDE À PRESSÃO LGBT E CENSURA LIVROS DE AUTOR CRISTÃO EM SUA PLATAFORMA




A revolução 5G está bem em cima de nós, ou não é? De acordo com especialistas do Global System for Mobile Communications (GSMA), toda a campanha publicitária em torno do 5G é enganosa. As redes 5G estão "nos estágios iniciais" e só serão compatíveis com smartphones selecionados nos próximos anos. Esses telefones compatíveis com 5G serão caros e contarão com redes 4G para continuar. O lançamento do 5G depende da instalação de novas torres; idealmente, novas torres e transmissores precisarão ser instalados a 150 metros uma da outra. Esse influxo de torres de celular emitirá micro-ondas de pequeno comprimento de onda e bombardeará casas com quantidades significativas de radiação. Mais de um milhão de novas torres terão que ser erguidas para fazer o 5G funcionar como pretendido. De acordo com o site HealthImpactNews, os transmissores serão montados em cima de postes de eletricidade, prédios municipais, escolas e parques da cidade, em cima de placas de rua, abrigos de ônibus e em qualquer outro lugar que as empresas de telecomunicações desejarem. Não haverá como escapar da intensa radiação de micro-ondas que passa pelas casas e comunidades das pessoas.


O futuro das cidades inteligentes 5G está superestimado e subestima os riscos para a saúde humana

Toda a publicidade em torno do 5G é enganosa por causa do preço que as pessoas inevitavelmente terão que pagar com sua saúde. Os cérebros em desenvolvimento são mais vulneráveis. Não obstante, o 5G não se tornará uma realidade para os consumidores, a menos que as operadoras de telefonia móvel atualizem suas redes com equipamentos 5G fabricados por empresas como a Nokia, da Finlândia, ou a Huawei, da China. Além disso, os fabricantes de celulares terão que produzir em massa aparelhos que contenham rádios de 5G que possam conectar-se às novas redes. Até lá, as redes sem fio 4G transportarão a maior parte da carga, já que as redes 5G demoram para se erguer. Os especialistas da GSMA preveem que o 5G representará apenas 15% das assinaturas móveis em todo o mundo até 2025. As redes 4G serão responsáveis ​​por cerca de 45%.

Entre 2018 e 2020, a GSMA estima que as redes de telefonia móvel gastarão inicialmente perto de  500 bilhões de dólares para implementar o 5G em todo o mundo. Stephane Teral, analista da IHS Markit, diz que “o risco de decepção existe” porque a nova rede custará uma fortuna, mas pode não ter o retorno sobre o investimento que a indústria prevê.



Tecnologia 5G: Um Desastre Prestes a 
Acontecer






Se o 5G estiver à altura da publicidade, ele eventualmente será capaz de transmitir filmes, música e navegação para carros autônomos diretamente da nuvem. O 5G também promete velocidades de download que são 1000 vezes mais rápidas do que as redes 4G mais antigas. Se o 5G estiver à altura da publicidade, um filme completo de 8GB poderia ser baixado em seis segundos. Uma teleconferência do grupo poderia traduzir simultaneamente vários idiomas no momento.

Quando os líderes do setor se reuniram na feira de negócios Mobile World Congress, em Barcelona,  eles alertaram que os consumidores podem inicialmente ficar desapontados com o 5G porque os benefícios prometidos precisam de muitos anos para alcançar o sucesso. Promessas como cirurgiões-robôs e carros autônomos que podem se comunicar uns com os outros através da nuvem podem vir a ser decepções no começo. Mesmo que o 5G tenha o potencial de eliminar o tempo de atraso quando os dados móveis são enviados ou recebidos, isso não será um benefício imediato. De acordo com Yannick Sadowy, diretor da Accenture, o 5G não eliminará a latência de telefones inteligentes até 2023 ou mesmo até 2025. Levará uma década ou mais até que o 5G comece a produzir os resultados que a indústria prometeu. Enquanto isso, prepare-se para ter seu cérebro bombardeado por constantes rajadas de radiação de micro-ondas não testada.

Leia mais:



Perigo Invisível: 5G é Excepcionalmente Prejudicial para as Crianças


















Fontes:
Natural News: False promises? Experts say the marketing hype around 5G is misleading
Daily Mail: The 5G hype is setting consumers up for a let-down: Experts warn ultra-fast speeds and higher data capacity won't arrive for YEARS despite promises by mobile carriers
Global System for Mobile Communications: New GSMA Study: 5G to Account for 15% of Global Mobile Industry by 2025 as 5G Network Launches Accelerate
Health Impact News: 5G Technology is Coming – Linked to Cancer, Heart Disease, Diabetes, Alzheimer’s, and Death
Natural News: Unseen health dangers: 5G is exceptionally harmful to children

VIA  http://www.anovaordemmundial.com/2019/07/especialistas-dizem-que-o-marketing-em-torno-do-5g-e-enganoso.html

Especialistas Dizem que o Marketing em Torno do 5G é Enganoso

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Image: DHS says that Americans need to be prepared for a power outage of up to 6 months

O Departamento de Segurança Interna (DHS) pediu que o público esteja preparado para uma queda de energiaque pode durar até seis meses. Em um relatório do National Infrastructure Advisory Council, ele alertou que um ataque repentino provavelmente ocorreria e poderia causar caos por pelo menos meio ano, já que a rede elétrica é agora o principal alvo dos terroristas.

“Longa duração, com duração de várias semanas a meses (pelo menos 2 meses, mas mais provavelmente 6 meses ou mais) devido à destruição física de equipamentos, como transformadores ou linhas de transmissão; ou a gravidade do evento, resultando em força de trabalho limitada para reparar danos, ou incapacidade de criar ou transportar peças de reposição”, disse o relatório.


O conselho consultivo pediu que os americanos se preparassem com suprimentos suficientes por pelo menos 14 dias. Mas esse número parece ser totalmente inadequado, considerando a ameaça e a linha do tempo para restabelecer os serviços essenciais após um ataque.

Este não é o primeiro aviso sobre uma ameaça à rede elétrica dos EUA relacionados ao terrorismo. Em um relatório anterior da Air University da Air Force, os militares alertaram que um ataque ao estilo PEM poderia acabar com o país, a democracia e a ordem mundial. O relatório também disse que levaria pelo menos 18 meses para substituir os principais elementos da rede elétrica que seriam danificados ou eliminados.

Coisas que você precisa fazer para se preparar para um apagão

Para sobreviver a um apagão, você precisa estar preparado para sobreviver por um longo período sem eletricidade, comida, água e serviços essenciais.

* Tenha seu próprio suprimento de água - Os sistemas de água dependem muito da eletricidade para operar, e uma queda de energia significa que você perderá o acesso à água. Portanto, você precisa começar a armazenar sua própria água. Você pode começar armazenando caixas de garrafas de água para emergências. Lembre-se de girar o armazenamento de água, pois a água pode ficar obsoleta após um longo período. Você precisará ter pelo menos um galão de água por pessoa por dia. Isso será usado para beber, cozinhar, tomar banho e limpar.

* Estoque alimentos - Alimentos e água são essenciais para a sobrevivência, e esses dois
provavelmente serão escassos durante uma queda de energia a longo prazo. Comece estocando mais do que você come normalmente, concentrando-se em produtos secos.

* Tenha dinheiro em mãos - Seus cartões de crédito e débito serão inúteis durante qualquer tipo de situação de paralisação, portanto, é melhor ter dinheiro em mãos. Você precisará de dinheiro para comprar suprimentos de última hora e lidar com os primeiros estágios do desastre.

* Prepare uma fonte de energia de backup - Você pode querer considerar investir em carregadores solares, geradores de energia e backups de bateria portátil em caso de emergências. Certifique-se de ter energia de backup para executar coisas como rádios de emergência, lanternas e outras engrenagens de emergência.

* Kit de primeiros socorros - O resgate pode não ser tão rápido quanto o normal se a rede cair, então é melhor ter seu próprio kit de primeiros socorros em casa, no carro e no escritório. Prepare o que você precisa ou pode precisar para cuidar de si e sua família. Você também pode querer considerar obter treinamento em primeiros socorros e primeiros socorros básicos antes de precisar.

GOVERNO AMERICANO MANDA CIDADÃOS SE PREPAREM PARA UMA QUEDA DE ENERGIA DE ATÉ 6 MESES

quarta-feira, 26 de junho de 2019




*IMPORTANTE: O YOUTUBE CENSUROU TODOS OS VÍDEOS VAZADOS, POR ISSO SUBIMOS NO BITCHUTE

Executivos e outros funcionários da Google foram gravados admitindo que a empresa está trabalhando ativamente na censura de opiniões divergentes. Veja também os documentos vazados e o vídeo censurado pelo Youtube.
Não é de hoje que a Alphabet (do conglomerado composto por Google, Youtube e outras gigantes) é suspeita de usar de seu poder sobre bilhões de usuários para influenciar o debate político. Há menos de 1 mês, o Youtube baniu dezenas de canais conservadores e liberais (no sentido brasileiro) sem dar nenhuma explicação. Seria uma perseguição?

Google hackeando eleições

Tudo não passava de meras especulações, até o projeto Veritas soltar vídeos e documentos bombásticos sobre a atuação da gigante de Mountain View.
No vídeo de 25 minutos são mostrados depoimentos de um funcionário do Google, vídeos filmados em câmera escondida de executivos do alto escalão da empresa





Jen executiva do Google
Em uma das falas filmadas, a executiva Chefe de Inovação Responsável, Jen Gennai, mostra que a Google está trabalhando para “prevenir” a “situação Trump” em 2020.Elizabeth Warren está dizendo que devemos desmontar a Google. E como, eu a amo, mas ela é muito mal orientada, isso não vai ser bom, vai piorar, porque todas essas empresas menores que não têm os mesmos recursos que nós serão cobradas para evitar a próxima situação de Trump, é como se uma pequena empresa não pudesse fazer isso ”.
Warren é a chefe do partido Democrata no parlamento norte-americano e Jen é a responsável da Google por avaliar a implementação de tecnologias de Inteligência Artifical.
Ela não para por aí, Jen afirma que a Google está trabalhando para evitar a eleição de Donald Trump:

Todos nós fomos ferrados em 2016, mais uma vez não era só nós, foi, as pessoas se ferrou, a mídia de notícias ficou ferrado, como, todo mundo se ferrou por isso estamos rapidamente como, o que aconteceu lá e como podemos impedi-lo de acontecer novamente.”
“Nós também estamos treinando nossos algoritmos, como se 2016 acontecesse de novo, teríamos, o resultado seria diferente?

A Justiça falsa da Google

De acordo com os vazamentos do funcionário informante, o Aprendizado de Máquina Justo é um dos muitos recursos usados pela companhia para avançar em sua agenda política.
Os documentos internos vazados comprovam as afirmações do funcionário. Neles são mostrados como a política de Aprendizado de Máquina Justo modifica os resultados do buscador e o que significa o conceito de “algoritmo injusto”:
https://www.projectveritas.com/wp-content/uploads/2019/06/Screen-Shot-2019-06-23-at-10.37.28-PM.png
O informante mostrou ao Veritas alguns exemplos desse conceito em ação. Pesquisando sobre o escândalo de e-mails ilegais da candidata Hillary Clinton, nenhum resultado sugerido aparece, diferente do que ocorre com Trump:
https://www.projectveritas.com/wp-content/uploads/2019/06/Screen-Shot-2019-06-21-at-3.13.29-PM.png
Na fala de Jen nós confirmamos o viés nada imparcial do google:
“O motivo para lançarmos os princípios da nossa IA é porque as pessoas não estavam colocando aquela linha na areia, eles não estavam dizendo o que é justo e o que é equitativo então nós, bem… nós somos uma grande companhia, nós que vamos dizer isso”
Pouco depois ela complementa:“As pessoas que votaram pelo presidente atual não concordam com nossas definições do que é justo”

Perseguição aos conservadores

https://proxy.duckduckgo.com/iu/?u=http%3A%2F%2Fwww.telegraph.co.uk%2Fcontent%2Fdam%2Fmen%2F2016%2F07%2F29%2FDSC09290_1_trans_NvBQzQNjv4BqjPAKgJRxicfimPcewMJ7fHSIgL76fDI3H5NBvl433_w.jpg%3Fimwidth%3D450&f=1
Um dos pontos mais chocantes desse escândalo é a confirmação de que o Youtube está modificando seus algoritmos para minar influenciadores com opiniões conservadoras.
Figuras como Sargon, Dave Rubin, Jordan Peterson, The Red Elephants têm sido perseguidos há meses na plataforma Youtube. Se eles não banidos, são retirados de recomendados, não são colocados no “Em alta” ou simples não recebem monetização.
Alguns Youtubers brasileiros já reclamaram que suas views estão diminuindo e que a quantidade de vídeos desmonetizados sem motivo só cresce.
O informante jogou uma luz sobre essa perseguição do Youtube:O que o Youtube fez foi mudar o motor dos resultados de recomendação. E o que o motor de recomendação tenta fazer, ele tenta dizer, bem, se você gosta de A, então provavelmente vai gostar também de B.
Então o conteúdo que é similar ao de Dave Rubin ou Tim Pool, em vez de listarem Dave Rubin ou TIm Pool como você poderia gostar, o que eles estão fazendo é que eles estão tentando sugerir algo diferente, diferentes portais de notícias, por exemplo, como CNN, ou MSNBC, ou outros portais de política de esquerda

$600 bilhões em subsídios

Você poderia dizer que a Google é uma plataforma privada e ela deveria ter o direito de apoiar e manipular seus resultados. Realmente, isso deveria acontecer em uma sociedade livre. Mas a situação da empresa é um pouco diferente daquela imaginada em um livre mercado.
Atualmente eles recebem cerca de 632 bilhões de dólares em subsídios do governo note-americano. São reduções de taxas de propriedade, reembolsos de treinamentos e por aí vai.
Ou seja, a Google recebe vantagens do governo e o pior, a legislação estatal enquadra o buscador como uma “plataforma de livre de publicação de conteúdo”, isentando a organização de tributos e obrigações, mas se formos olhar os documentos, vemos que ele faz uma dura moderação de resultados.
O show de Tucker Carlson na Fox News destacou que a Google não é mais uma plataforma aberta para criação de conteúdo, sendo elegível às mesmas leis que regem os jornais e publicadoras.
Abaixo nós podemos ver um documento vazado no qual a Google apresenta sua metodologia para entrega dos conteúdos:
https://www.projectveritas.com/wp-content/uploads/2019/06/Screen-Shot-2019-06-23-at-10.41.14-PM.png
Fica claro que eles fazem uma forte moderação de conteúdo, não apenas para pesquisar o que poderia ser ilegal, mas para influenciar o debate público.

Just be evil

A Google vem se tornando um monopólio extremamente perigoso. Depois das parcerias com a ditadura cubana, do flerte com a censura chinesa e da parceria para te espionarcom a NSA, chegou a hora de manipular as eleições e ganhar poder político.
Parece que a Google se esqueceu da frase que levava no seu código de ética “Don’t be evil”.
O que você acha dessas revelações feitas pelo Project Veritas? Já está na hora de sairmos do google?

Fonte: cointimes

Vídeos Vazados da Google Mostram Manipulação Política em Favor da 'Esquerda'

sábado, 22 de junho de 2019


Durante anos, nós advertimos que o modelo de negócios da indústria farmacêutica  é uma “repetição de negócios” que lucra com doenças e enfermidades. Também sabemos que o câncer é uma indústria multibilionária que gera enormes lucros com a repetição dos negócios de “terapias” do câncer, como quimioterapia e radioterapia. Agora vem a notícia de que um medicamento popular para pressão sanguínea vendido pela Novartis possui uma substância química causadora de câncer conhecida como “dimetilformamida”.

Uma farmácia alertou a Food and Drug Administration (FDA) que encontrou uma substância química que acredita-se que cause câncer em um medicamento de pressão arterial amplamente utilizado, de acordo com um comunicado da agência federal”, informa a CNBC.



Os medicamentos fazem parte de uma classe popular de medicamentos prescritos que a FDA vem silenciosamente recolhendo, depois de descobrir que estão contaminados com substâncias químicas causadoras de câncer.

Os medicamentos fazem parte de uma classe popular de medicamentos prescritos que a FDA vem silenciosamente recolhendo, depois de descobrir que estão contaminados com substâncias químicas causadoras de câncer. Esses medicamentos supostamente incluem valsartana, losartana e irbesartana.

Ainda mais surpreendente, essa contaminação química foi descoberta pela Valisure, uma farmácia on-line que opera em todo os EUA. A Valisure aparentemente faz testes de contaminação nos vários medicamentos que vende, e descobriu que a valsartana, a medicação para pressão sanguínea fabricada pela Novartis, contém DMF (dimetilformamida), uma substância química conhecida por causar câncer.

Uma farmácia que testa os produtos para os contaminantes antes de vendê-los… a FDA não deveria estar fazendo isso?

Aqui está o que mais é fascinante: Valisure é para os produtos farmacêuticos o que a Health Ranger Store é para suplementos nutricionais e superalimentos. Ambas as organizações administram laboratórios internos que usam análises de especificação de massa para garantir a natureza limpa dos produtos que estão sendo vendidos. A Valisure diz sobre si mesma: “Somos a única farmácia que testa quimicamente todos os lotes de todos os medicamentos que vendemos, sem nenhum custo adicional”. Isso é exatamente o que fazemos para os superalimentos na HealthRangerStore.com também. Na verdade, o laboratório da Valisure e nosso laboratório usam a mesma instrumentação. No nosso caso, usamos ICP-MS para testes de metais pesados ​​e HPLC-MS-MS para testes de glifosato, AMPA, atrazina e pesticida. A Valisure está usando GC-MS, que é uma versão de cromatografia gasosa da análise de especificação de massa.

Ambos Valisure e nosso próprio laboratório interno (CWC Labs) são laboratórios acreditados pelo ISO-17025. É por isso que quando a Valisure emite este anúncio sobre um produto químico causador de câncer em medicamentos para pressão arterial, isso me chama a atenção.

Em um comunicado de imprensa de 15 de março, a Valisure descreveu como está testando medicamentos para substâncias químicas causadoras de câncer:

Valisure, a primeira farmácia analítica on-line, anunciou que expandiu suas capacidades de teste para rastrear amostras de todos os lotes de medicamentos que dispensa os contaminantes cancerígenos N-Nitrosodimetilamina (NDMA), N-Nitrosodietilamina (NDEA) e N, N-Dimetilformamida (DMF), o solvente químico que foi implicado na produção destas impurezas.

Se você toma medicamentos prescritos, você pode estar ingerindo substâncias causadoras de câncer agora

A Valisure apresentou documentos junto à FDA, solicitando que a agência recolha os medicamentos contaminados. No entanto, neste momento, as farmácias em todo os EUA estão distribuindo esses medicamentos para pacientes cujos médicos disseram que eles têm um "problema de pressão arterial" que requer "tratamento".

É uma surpresa que, uma vez que você comece a tomar medicamentos prescritos para uma condição, desenvolva rapidamente outra condição que também requer tratamento? Neste caso, os medicamentos para pressão sanguínea causam câncer. Muitos medicamentos contra a diabetes causam doenças no fígado, e medicamentos contra o câncer promovem mais tumores cancerígenos. As estatina causam desordens metabólicas, medicamentos hormonais causam câncer, e medicamentos para osteoporose realmente causam desordens esqueléticas. Na verdade, repetir o negócio é todo o modelo de negócios dos cartéis farmacêuticos: seus medicamentos quase nunca resolvem a condição subjacente que alegam “tratar”, elas realmente fazem com que seu corpo desenvolva problemas de saúde inteiramente novos que exigem lucro através de medicamentos prescritos.

É assim que as pessoas acabam com uma dúzia de medicamentos prescritos, enquanto pioram a cada dia com distúrbios metabólicos, problemas cardíacos, câncer, Alzheimer e fadiga. Os medicamentos estão destruindo sua saúde, mas esse é o modelo de negócios porque leva as pessoas de volta a seus médicos para pedir mais remédios. Surpreendentemente, agora temos uma farmácia de venda de medicamentos que exige um alto nível de segurança para os consumidores de medicamentos. Como relata a CNBC:

A Valisure pediu que a medicação fosse retirada e solicitou que a FDA revisasse e reduzisse significativamente a ingestão aceitável de DMF de seu nível atual de 8.800.000 nanogramas para menos de 1.000 nanogramas. A farmácia online disse que encontrou o químico causador de câncer na valsartana produzida por cinco empresas.

Sim, são cinco empresas. A exposição “permitida” atual da FDA a essa substância química causadora de câncer é 8.800 vezes maior do que o que essa farmácia considera apropriada. Essa não é uma diferença trivial. Aposto que a maioria das pessoas que toma esses medicamentos não tem ideia de que a FDA permite abertamente 8.800 vezes maiores concentrações de substâncias químicas causadoras de câncer do que o que pode ser seguro.

Para proteger o lucrativo mercado de medicamentos controlados, o porta-voz da FDA, Jeremy Kahn, disse: "Os pacientes devem continuar a tomar a medicação para pressão arterial, mesmo que seja revogada até que o médico forneça um tratamento alternativo. Suspender abruptamente um medicamento é arriscado".

Mas tomar um produto químico cancerígeno também parece arriscado, e por que a FDA não está testando os contaminantes presentes em medicamentos? Pela mesma razão pela qual a Health Ranger Store assumiu o trabalho da FDA quando se trata de testes de segurança alimentar, a Valisure está fazendo o trabalho da FDA no domínio dos medicamentos. Todos nós devemos achar isso surpreendente. Por que isso aconteceu com empresas privadas fazendo o trabalho que a FDA deveria estar fazendo?


Medicamentos Perigosos da Indústria Farmacêutica Estão Matando Mais Pessoas do que Armas ou Acidentes de Carro





Matérias-primas sujas e imundas da Índia e da China - isso é o que está presente em seus medicamentos caros

A Novartis nem nega o fato de que a substância química está presente em seus produtos, a propósito. Via CNBC:

Em uma declaração à CNBC, um porta-voz da Novartis disse que em geral o processo de fabricação da empresa não usa DMF, mas atualmente não pode “excluir totalmente a possibilidade de que vestígios de DMF (dentro dos limites aplicáveis) possam estar presentes em materiais de outros fornecedores de Substâncias Medicinais."

O que a Novartis entende por “fornecedores de Substâncias Medicinais” são empresas de fornecimento de produtos químicos na China e na Índia, de onde vem a maioria das matérias-primas farmacêuticas. (Coincidentemente, é também de onde vem a maioria dos produtos químicos vitamínicos sintéticos, e é por isso que consumir vitaminas sintéticas é tão tóxico quanto tomar medicamentos sintéticos.)

Com raras exceções, os sistemas de controle de qualidade da China são praticamente inexistentes. Este é um país onde os fornecedores de fórmulas infantis substituíram o pó de melamina por leite em pó, matando efetivamente milhares de bebês inocentes ao destruir seus rins. A China demitiu o CEO dessa empresa, mas apenas porque o fiasco era muito alto e fez manchetes internacionais. Por trás da cortina, milhares de pequenos fornecedores químicos fornecem moléculas sintéticas para a indústria farmacêutica, e o controle de qualidade é tão horrível em qualquer coisa que saia da China que o país inteiro tem uma reputação entre fabricantes farmacêuticos e de alimentos de produzir os materiais mais poluídos e contaminados do mundo. Na verdade, até certificadores orgânicos não confiam na China, e muitos acreditam que o "orgânico" da China é uma fraude total.

Contaminantes são muito comuns em materiais a granel da China e da Índia, e é por isso que encontramos muito poucas matérias-primas da China que podem ser consideradas seguras ou limpas. O que torna a situação ainda pior é que as empresas farmacêuticas só verificam o material a granel para a molécula alvo que eles acham que compraram, normalmente usando GC-MS ou LC-MS. Se sua molécula alvo tem uma massa de, digamos, 186, então você executa a amostra e procura por 186. Se estiver presente, o material geralmente passa. O problema com essa abordagem é que o material a granel pode estar contaminado com produtos químicos desconhecidos e, se você não souber antecipadamente procurar esses produtos químicos em seu sistema de especificação de massa, não fará a menor ideia de que eles estão presentes.

Os instrumentos de especificação de massa devem ser configurados com antecedência para detectar cada produto químico específico, e isso requer que os instrumentos sejam executados de acordo com os padrões químicos, otimizando a fragmentação iônica, a ionização, as taxas de fluxo e outros fatores. Como um bom exemplo, no meu mais novo instrumento LC-MS-MS, estou atualmente digitalizando amostras de alimentos tanto para o glifosato quanto para o AMPA (uma molécula de quebra do glifosato). A fim de detectar esses dois produtos químicos, eu tenho que configurar o instrumento para analisar duas massas principais (168 para o glifosato e 110 para o AMPA) em modo negativo, além de duas transições de fragmentos de íons / íons filhos para cada um. Os íons filhos do glifosato, por exemplo, são 63 e 80. Se você não tiver todas essas informações - e a coluna química adequada para o seu sistema GC ou LC - você não conseguirá ver o contaminante químico,
assim, as empresas farmacêuticas estão executando materiais a granel durante todo o dia sem ver os contaminantes químicos, porque eles não estão procurando por eles. (Uma abordagem “não pergunte / não diga” para “ciência médica”.) É apenas nos raros casos em que uma empresa independente como a Valisure faz questão de procurar produtos químicos específicos que a verdade real se torne conhecida.


Todos os Produtos Farmacêuticos são Projetados para o Controle Populacional?





A indústria farmacêutica está intencionalmente colocando produtos químicos causadores de câncer em medicamentos para pressão?

Você pode pensar que seria impossível para uma empresa como a Novartis não realizar os testes necessários para limpar seus produtos de substâncias químicas causadoras de câncer. Certamente a Novartis tem instrumentos de especificação de massa em seu próprio laboratório de controle de qualidade, certo?

Claro que eles têm. E é muito difícil imaginar a Novartis acidentalmente deixando esse produto químico escapar de seus esforços de triagem. Assim, levanta-se a questão óbvia: as grandes empresas farmacêuticas vendem deliberadamente seus remédios prescritos com produtos químicos causadores de câncer, a fim de aumentar os negócios repetidos?

A própria questão será ridicularizada como uma teoria da conspiração, mas e se for apenas seu modelo de negócios? A indústria do tabaco usou o vício para prender as pessoas em seus produtos, a fim de gerar novos negócios. Ironicamente, as empresas de tabaco também compraram anúncios de página inteira no Jornal da Associação Médica Americana, divulgando como “Os médicos recomendam o cigarro Camel mais do que qualquer outro cigarro.” É realmente muito difícil pensar que as corporações farmacêuticas podem fazer quase qualquer coisa para aumentar seus lucros à custa da saúde a longo prazo de seus próprios clientes?

Lembre-se: pessoas saudáveis ​​não usam produtos farmacêuticos. Repetir negócios na indústria farmacêutica depende de manter as pessoas doentes. Você pode pensar em uma maneira melhor de conseguir isso do que embalar seu produto com produtos químicos que promovem a doença? O que as empresas farmacêuticas têm usado em seus produtos com contaminantes que promovem a doença há anos?

Se os medicamentos para pressão sanguínea fabricados pela Novartis e aprovados pelo FDA estão contaminados com substâncias químicas causadoras de câncer, que outros produtos químicos tóxicos podem estar escondidos em outros produtos farmacêuticos que também são aprovados pelo FDA?

Verdade seja dita, mesmo que eu não tome nenhum remédio, se o fizesse, compraria através da Valisure.com só porque sei que estão testando contaminantes. Esta é a primeira farmácia que aplaudo pelos seus esforços em usar a boa ciência para confirmar produtos limpos. (Um farmacêutico “limpo” não significa necessariamente que é 100% seguro, é claro, já que o medicamento em si pode ser bastante tóxico dependendo do que é realmente.)

Se você preferir evitar ficar doente e buscar saúde e longevidade, consuma superalimentos, suplementos alimentares, óleos essenciais, alimentos orgânicos armazenáveis ​​através da loja, Tudo Saudável.

Fonte: http://www.anovaordemmundial.com/2019/06/medicamentos-para-pressao-alta-estao-contaminados-com-substancias-quimicas-causadoras-de-cancer.html#ixzz5raCw3kj4
Fontes:
Natural News: BREAKING: Big Pharma blood pressure drugs found laced with cancer-causing chemical; but FDA says don’t stop taking them
CNBC: Pharmacy warns FDA of cancer-causing chemical found in widely used heart pill
Valisure: Valisure expands capabilities to test medications for cancer causing contaminants implicated in recent recalls




Medicamentos para Pressão Alta Estão Contaminados com Substâncias Químicas Causadoras de Câncer